Simbolismo da água-Marrin-principais obras de referência

ao longo da história, a água tem sido usada como um símbolo de sabedoria, poder, graça, música, e o caos indiferenciado que deu origem ao mundo material. Muitas culturas antigas acreditavam que tudo o que existia tinha nascido das metafóricas “águas do Caos” através da substância da água e, em última análise, regressava às mesmas. Seja retratado como um dragão metamorfo, um deus onipotente, uma geometria tridimensional, ou um rio subterrâneo, a água sempre foi entendida como desempenhando um papel fundamental na criação e manutenção do mundo físico e, em particular, da vida biológica. A visão pós‐renascentista da água diferia em muitos aspectos de visões antigas, mas a água e suas formas de fluxo reconhecíveis permaneceram símbolos de poder, beleza, sabedoria e a essência do mundo natural. Em nosso mundo pós-moderno, a água mais comumente simboliza uma mercadoria econômica, que é comprada, vendida, coletada e distribuída de acordo com várias forças de mercado. Esta mudança na percepção humana resultou em muitos efeitos imprevistos na terra e na biosfera.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.